quarta-feira, setembro 07, 2005

Avião com portugueses

Considere-se um avião cheio de passageiros portugueses. Não é preciso estar mesmo, mesmo, cheio; basta que esteja bastante composto. Também não á preciso que sejam só portugueses; basta que estejam em maioria, ou muito lá perto. Na pista, os motores do avião disparam, e uma percentagem significativa dos passageiros benze-se. Este é o primeiro sinal. O sinal da descolagem. Durante a viagem, com a descompressão - não a atmosférica, mas sim a psicológica - o pessoal anima-se. Um avião cheio de passageiros portugueses torna-se então algo surpreendente: as pessoas passeiam e cumprimentam-se, convivem, discutem e aproveitam para se fotografar e filmar nas mais diversas poses, enquanto o carrinho das comidas tenta furar pelo corredor. Para mim, no entanto, os sinais mais típicos são durante a aterragem. Primeiro, são as ovações: palmas, exclamações de júbilo e, às vezes, até uns "encore". Finalmente, mal a máquina voadora aterra, arrancam-se os cintos de segurança e corre-se para agarrar a bagagem de mão (que normalmente é constituída por malas e sacos no limiar do autorizado). Eu sou um deles. E só não aplaudo fortemente, por pudor e timidez...

1 Comments:

Anonymous a.c. said...

Que tal uma viagem na TAAG?
;)

4:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home